Unai vai para o campus 1 da UBC

Além da transferência para o o novo endereço, grade curricular de 2011 traz novidades em cursos para os idosos

A oficina de Danças Circulares oferecida pela Unai é uma das atividades preferidas pelos alunos

A Universidade Aberta à Integração (Unai), em Mogi das Cruzes, que oferece ensino especializado para a terceira idade, vai ser transferida para um novo espaço. A partir do dia 14 de fevereiro, as aulas serão realizadas no campus 1 da Universidade Braz Cubas (UBC), que fica na avenida Francisco Rodrigues Filho, 1.233, no Mogilar. O prédio atual, na rua Francisco Franco, 133, centro, que abriga o campus 2 da UBC, será desativado, mas continuará recebendo as matrículas dos interessados até o dia 11 de fevereiro. O interessado deve comparecer à secretaria e apresentar um documento de identidade para fazer a matrícula. A única exigência é ser alfabetizado. A taxa de inscrição é de R$ 60 e a mensalidade, de R$ 54. Mais informações: 4791-8125.

A diretora da Unai, Juraci Fernandes de Almeida, vê com bons olhos a mudança de prédio. “O campus 1 da UBC oferece mais acessibilidade aos alunos em comparação ao local que ocupamos até agora. Lá as salas são planas e mais claras, o que facilitará muito para os alunos, além da região ser bem abastecida de transporte público, inclusive, de trem, que tem parada próxima à universidade. Creio que não haverá problemas de adaptação”.

Fundada em 1997, a Unai é o resultado da parceria da UBC e com o Instituto Pró+Vida São Sebastião. O espaço oferece temas, oficinas e programações voltados para a melhoria da qualidade de vida da terceira idade (veja quadro nesta página). Somente os alunos matriculados no curso básico podem participar das oficinas.

Novidades

Além da mudança de prédio, a grade curricular da Unai para este ano traz algumas boas novidades. Os alunos terão, por exemplo, aulas de Linguagem, Habilidades e Competências e em modalidades de ginástica rítmica, de rádio taissô e de kenko taissô.

Segundo Juraci, os idosos, ao participarem das atividades oferecidas pela Unai, têm a oportunidade de atualizar seus conhecimentos em várias áreas, como informática, que gera tanto receio na terceira idade. “Hoje, saber mexer com um computador é essencial para se ter contato com o mundo e até para se relacionar melhor com filhos e netos”, observa.

Muitos idosos, de acordo com a diretora, se escondem na falsa premissa de não querer aprender a lidar com o computador por não fazer parte do seu tempo. “É uma ideia errada, pois o tempo é o que a pessoa está vivendo agora, não o passado”, finaliza.